domingo, 17 de setembro de 2017

Ansiolíticos naturais

Confira quais são os ansiolíticos realmente naturais

Entre os ansiolíticos naturais, destaque para alguns chás e alimentos que combatem a depressão e a ansiedade

Em decorrência da quantidade de tarefas que precisam ser executadas por dia, responsabilidade com o trabalho e corre-corre, muita gente é vítima de problemas como estresse e ansiedade. Como tratamento é comum recorrer a medicamentos que geram certa dependência. Mas, você sabia que a natureza pode ajudar a contornar os níveis de ansiedade e estresse do dia a dia, por meio dos ansiolíticos naturais?

Isso é possível, graças a medicina alternativa, que foi buscar em algumas plantas e ervas a dose ideal para se manter calmo e longe da tensão corriqueira. Elas são capazes de promover o relaxamento do organismo, controlar o estresse, acabar com a insônia, depressão e até ajudar na concentração. Para tanto, é necessário ter um certo conhecimento quanto a esses milagrosos ingredientes naturais.


Os ansiolíticos naturais mais utilizados estão enquadrados na modalidade de chá, até porque, essa é uma das bebidas mais consumidas no mundo. Fora isso, alguns alimentos específicos também podem ajudar na resolução do problema. Para tanto, basta incluí-los na sua dieta diária sem qualquer prejuízo a saúde, muito menos a balança, já que muita gente também se preocupa com ela.Confira quais são os ansiolíticos realmente naturais e eficazes

Ansiolíticos naturais

Chás

Para combater o estresse e a ansiedade, os chás calmantes aparecem no topo da lista das recomendações. Eles podem ser encontrados com facilidade e o preparo da bebida também é condizente com a vida corrida da maioria da população. Entre as principais ervas que podem ser utilizadas, destaque para a camomila, valeriana, passiflora, erva-cidreira, jujuba, lúpulo e centelha asiática.

Todas as ervas citadas anteriormente possuem efeito calmante. Além de controlar os níveis de estresse e ansiedade, ela também pode ser usada para combater a insônia, nervosismo e depressão. A ingestão diária do chá de algumas dessas ervas não deve ultrapassar as três xícaras. Porém, é necessário tomar alguns cuidados quando a incorporá-las no dia a dia de qualquer paciente.

A pesar de se tratar de ingredientes naturais, o médico deve ser consultado. Esse profissional possui conhecimento suficiente para certificar o uso correto e consciente de qualquer ingrediente natural. 

Esse cuidado vai garantir também que outros problemas mais grave, como alergia e incompatibilidade com o tratamento sejam desencadeados.
Vale também fazer um alerta especial para as mulheres grávidas, lactantes e pacientes com problemas cardiovasculares, pois esses devem evitar de tomar qualquer tipo de chá, principalmente quando não passam pelo crivo de um médico. As crianças também merecem cuidado, já que muitas dessas ervas possuem substâncias fortes que podem causar problemas, principalmente pelo organismo ainda está em desenvolvimento.

Como preparar os chás ansiolíticos

Para preparar qualquer tipo de chá, uma receita pode ser tomada como base. Você vai precisar de uma panela, 200 ml de água e uma colher de sopa da erva em questão. O primeiro passo é colocar a água para ferver. Assim que ela começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente a erva. Deixe a panela tampada por cinco minutos, logo em seguida, use uma peneira para remover a erva e o chá está pronto para ser ingerido.
A recomendação é que a dose diária não ultrapasse as três xícaras. O mais sensato é que o próprio médico faça essa recomendação.

Alimentos ansiolíticos naturais

Seguir uma alimentação balanceada é essencial para a promoção de hábitos saudáveis. Além de evitar muitas doenças e controlar taxas que podem representar riscos para a saúde, a prática também ajuda a manter o organismo saudável. No que diz respeito aos alimentos que são considerados ansiolíticos naturais, ou seja, que combatem o estresse, ansiedade, insônia e relaxamento do organismo, alguns são indicados.

O triptofano é uma das substâncias que tratam essa condição nas pessoas. Ela ajuda na produção da serotonina, hormônio responsável pela promoção do bem-estar. Dessa forma, alimentos que possuam o triptofano em sua composição ajudam a promover o relaxamento, evitando a insônia e reduzindo o estresse.
Nas lista de alimentos ansiolíticos podem ser destacados a cereja, maçã, uva, laranja, banana, morango, aveia, mel, milho, arroz, queijo, ovo, nozes, batata-doce, leite, castanha-do-pará e alface. Eles combatem o mau humor, auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso, relaxa os músculo, combatem a fadiga e relaxam os músculos

Benefícios e propriedades do aipo

Aipo

Também conhecido como salsão, o aipo é uma planta que é consumida como verdura em diversas receitas de saladas e sopas. Com baixas quantidades de caloria, o alimento possui folhas verdes, e a parte mais comumente consumida é o talo. Pertencente à família dos Apiaceae, o aipo pode ser consumido cru ou cozido a vapor. As folhas também podem ser usadas, normalmente o são na forma de temperos, e suas sementes têm seus óleos extraídos para aplicação em medicamentos variados.Image result for aipo

Benefícios e propriedades

Rico em vitaminas A, V, C, E, K, cálcio, potássio, sódio e fósforo, o aipo contém fibra dietética, baixa quantidade de gordura e de proteínas. Sua composição é de, basicamente, 95% de água.
Devido às suas propriedades anti-inflamatórias, o aipo previne artrite, gota, asma e bronquite e, além disso, por ser um diurético, ajuda na remoção de toxinas nos rins e inibe problemas como pedras nos rins e na vesícula biliar.
Com efeito relaxante, o óleo extraído na forma de suco de aipo ajuda a melhorar a qualidade do sono e eliminar o estresse, trazendo tranquilidade para a rotina de quem o consome.

Prevenção do câncer

Por conter flavonoides, o seu consumo ajuda a limitar o crescimento das células cancerígenas. Além disso, possui cumarina, que é um fitoquímico que evita o aparecimento de câncer do estômago e do cólon.

Coração e pressão

Rico em antioxidantes e anti-inflamatórios, o aipo ajuda a reduzir o colesterol ruim e a pressão arterial, relaxando ainda os vasos sanguíneos. Isso reduzirá os riscos de doenças cardiovasculares. Fonte de potássio, este alimento ajuda a equilibrar os electrólitos do corpo e a diminuir os hormônios do estresse, combatendo a pressão alta e os problemas cardíacos.

Emagrecimento

Com poucas calorias, muita água e muita fibra dietética, o aipo ajuda quem está buscando o emagrecimento. As fibras ajudam a regular o intestino diminuindo o inchaço e, além disso, ajuda a dar a sensação de saciedade, evitando que o consumo de outros alimentos seja intenso. Com poucas calorias, este pode ser ingerido em saladas ou até mesmo mastigado durante o lanche para ajudar no emagrecimento.
Suas propriedades envolvem sua ação como laxativo, ajudando dessa forma a controlar a prisão de ventre, podendo ser consumido também para melhorar esta condição.

Vida sexual ativa e redução de problemas menstruais

Androsterona e androstenol são dois ferormônios que estão presentes no aipo. Graças à eles, o aipo pode ajudar a impulsionar a libido. Para esse objetivo, mastigue o aipo – isso ativará a liberação dos compostos.
Além disso, seu consumo, devido à presença de anethole fitoquímico estrogênica, auxilia na redução dos sintomas de TPM.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

LIMPEZA DO INTESTINO E FÍGADO: RETIRE QUILOS DE TOXINAS DO SEU CORPO EM APENAS 1 SEMANA

LIMPEZA DO INTESTINO E FÍGADO: RETIRE QUILOS DE TOXINAS DO SEU CORPO EM APENAS 1 SEMANA


A medicina natural acredita que a maioria das doenças tem como causa um intestino sujo.
Esse órgão tão importante do aparelho digestivo é responsável por armazenar resíduos sólidos para depois excretá-los.
No entanto, uma dieta pobre e um estilo de vida sedentário prejudicam essa função, levando o órgão a uma intoxicação crônica.
Quando temos problemas digestivos, como prisão de ventre, os sedimentos se acumulam no cólon e aderem às paredes do intestino.
Estes resíduos, junto com microrganismos e outras toxinas, fermentam dentro do organismo e viajam através da corrente sanguínea para o restante do corpo.
Manter o cólon limpo, com desintoxicações regulares, ajuda a prevenir muitos problemas, como fadiga, alergias, prisão de ventre, falta de apetite, excesso de peso e mau hálito.
Há muitas maneiras de limpar o intestino, destacando-se laxantes potentes, enemas e receitas naturais.
Os laxantes, muitas vezes, prejudicam a flora intestinal e outros órgãos, como o fígado, e acostumam o organismo a um movimento intestinal estimulado de forma artificial.
Os enemas costumam ser eficazes, mas precisam ser feitos sob a supervisão de um competente profissional, pois existe o risco de causar fissura anal, infecções e outras doenças.
A medicina natural oferece limpezas intestinais menos arriscadas e igualmente efetivas.
Hoje você vai aprender uma dessas soluções.
É uma bebida supersimples que vai realizar uma profunda limpeza intestinal sem nenhum risco para o seu corpo.
Os ingredientes desta receita muito especial possuem alta atividade depurativa.
Eles são ricos em antioxidantes, em vitaminas como a A e a C, e contêm muita água, que vai ajudar a expulsar os resíduos presos às paredes intestinais.
É também um suco que evita a produção de gases, o que torna a limpeza mais suave.
Além disso, é diurético, qualidade que o faz ser um aliado dos que estão em luta contra a balança.
E tem mais: é anti-inflamatório e, pela sua riqueza de nutrientes e antioxidantes, anticancerígeno.
Quer aprender a receita agora?
Aqui está ela:
INGREDIENTES
Meio copo de suco fresco de maçã (se não for com maçã orgânica, lave e escove muito bem a casca ou simplesmente faça sem ela)
2 colheres (sopa) de suco de limão fresco
1 colher (chá) de suco de gengibre (rale e esprema ou liquidifique para obter o suco)
Meia colher (chá) de sal integral de boa qualidade, como o do Himalaia (cuidado com as falsificações) ou o sal de Guérande (ambos são vendidos em supermercados, delicatessens e lojas de produtos naturais)
Meio copo de água filtrada morna
MODO DE PREPARO
Ponha a água para amornar.
Assim que estiver morna, acrescente o sal e mexa bem.
Em seguida, coloque o suco de maçã, de gengibre e de limão.
Tome três vezes por dia: uma em jejum, outra ao meio-dia (20 minutos antes do almoço) e outra vez no meio da tarde.
Realize a desintoxicação todos os dias por, no máximo, uma semana.
Atenção!
Este tratamento é contraindicado para diabéticos e grávidas.
Hipertensos devem tirar o gengibre da receita.
É importante que eles conversem com o médico sobre o uso de sal do Himalai.
Quem estiver tomando medicamento(s) também deve conversar antes com o médico.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico[

Pimenta emagrece, acelera metabolismo e traz bem-estar

À primeira vista, pode ser que a pimenta pareça fazer mal à saúde. Contudo, as aparências podem enganar: o alimento é muito benéfico, ajuda a emagrecer, acelera o metabolismo e ainda previne diarreia, artrite reumatoide e promove o bem-estar.Image result for pimenta

Benefícios da Pimenta

Boa parte dessas benfeitorias acontece graças à capsaicina, que é a responsável pelo sabor ardidinho da primenta e, entre outras coisas, estimula a produção de endorfina, substância dá sensação de prazer. Além disso, ela é rica em cálcio e vitaminas A e C e é considerada cicatrizante, antidiarreica e adstringente.
"Os compostos da pimenta são alvo de estudos que tentam provar que ela pode ser eficaz no tratamento de câncer e diabetes. Hoje, já é comprovado que ajuda contra artrites e neuropatias", afirma o médico ortolomecular Dr. Wilson Rondó
Propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias fazem com que pimenta emagreça (Créditos: Thinkstock)



pimenta emagrece porque tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, que limpam as células e permitem o bom funcionamento do organismo, evitando assim o acúmulo de gordura e a obesidade.

Alimento termogênico

Outra forma de ajudar na dieta está no potencial de acelerar o metabolismo. Isso é o que fazem os alimentos termogênicos. Eles necessitam de maior queima de energia para serem digeridos e, por isso, chegam a ser responsáveis por cerca de 10% do gasto total de energia, potencializando o emagrecimento e fazendo com que o corpo queime calorias mais rápido.

Como consumirImage result for pimenta

Todos os tipos de pimenta possuem essas características, contudo, a pimenta-do-reino deve ser evitada, já que pode desencadear um grande desconforto gástrico. Para garantir os benefícios, também evite os molhos condimentados, que são ricos em sódio e outros produtos industrializados.
As melhores são as colhidas da horta. "Se for caseira, é muito mais saudável. Mas não são todas as pessoas que têm acesso a isso. Nesse caso, busque no mercado pelas pimentas hortículas puras e das melhores marcas", orienta o especialista, que afirma que os tipos de pimenta mais comuns no mercado são a americana (doce), cambuci, cumari, dedo-de-moça, pimenta-de-cheiro e malagueta.
Dr. Rondó garante ainda que é possível comer pimenta todos os dias. "Não há problema consumir pimenta em todas as refeições principais, desde que a pessoa não seja alérgica a pimenta e tenha moderação". Esse é um alimento muito presente na dieta ayurvédica.Image result for pimenta


Faça em casa seu próprio creme hidratante corporal

O fato de não conter conservantes artificiais faz com que este creme seja mais saudável, mas também é importante consumi-lo mais rápido para que não se deteriore.

e você quiser ter uma pele hidratada, firme e sem estrias deve se acostumar a aplicar um creme corporal diariamente

Hoje em dia existem muitas marcas de cremes e para todos os tipos de pele, com uma grande variedade de preços, mas os mais saudáveis são aqueles que contêm ingredientes naturais e dispensam produtos químicos como, por exemplo, as parafinas e outros derivados do petróleo.

Neste artigo temos uma proposta ainda melhor. Com cinco ingredientes totalmente naturais você pode elaborar um creme hidratante corporal, nutritivo e refrescante, apto para todos os tipos de pele. Além disso, seu preparo é muito simples. Não perca!

Como usar este creme?

Os cremes caseiros devem ser utilizados em pouco tempo, sempre que possível, pois não contém conservantes artificiais e seus ingredientes frescos podem deteriorar. Apesar da vitamina E funcionar também como um conservante natural, recomendamos manter o creme na geladeira e usá-lo em um período máximo de duas semanas.
Por isso recomendamos fazer pouca quantidade, ou aproveitar para preparar mais e dar de presente para suas amigas.

Para qual tipo de pele?

Este creme é hidratante e não tem uma textura muito oleosa, por isso é ideal para todo tipo de pele. Se você tiver uma pele muito seca, pode aumentar um pouco a quantidade de óleo, enquanto que, se a pele for oleosa, adicione mais aloe vera.
Você também pode adicionar outros ingredientes específicos para alguns problemas de pele, mesmo que esta receita seja pensada para hidratar, nutrir e melhorar a circulação. A seguir explicaremos os benefícios de cada ingrediente.

Óleo de amêndoas

O óleo de amêndoas é um dos ingredientes mais usados na cosmética natural, não só por todas as suas propriedades, como também porque é um dos mais econômicos. Na verdade, este óleo poderia ser aplicado diretamente sobre a pele molhada,  que mesmo assim seria um excelente hidratante. Mas, com este creme que indicaremos a seguir, sua aplicação será mais fácil e, além disso, trará muitos outros benefícios para a pele.
Benefícios
  • Suaviza.
  • Hidrata.
  • Reduz irritações.
  • Previne rugas e estrias.
O óleo comprado deve ser de primeira extração a frio.

Gel de aloe vera

O aloe vera não pode faltar em nossa casa, já que é um excelente hidratante e cicatrizante, e além do mais, é refrescante, sem deixar brilho nas peles oleosas. Podemos extrair seu gel naturalmente, cortando e descascando uma das folhas da babosa, ou podemos comprá-lo pronto. Neste caso, observe se é realmente o gel de aloe vera, sem outros ingredientes adicionais, usados para conservá-lo.

Óleo essencial de laranja

O óleo essencial de laranja fornecerá um aroma delicioso ao nosso creme e inclusive melhorará nosso humor, graças às suas propriedades antidepressivas e revitalizantes.
Seu uso tópico traz firmeza para a pele, promove a formação de colágeno e combate a acne e a dermatite.

Óleo essencial de alecrim

O óleo essencial de alecrim é um ingrediente imprescindível caso tenhamos problemas de circulação ou passemos por momentos de fadiga e esgotamento. O alecrim é um grande tônico para peles envelhecidas e também tem propriedades antissépticas, recomendadas para peles com tendência a serem oleosas ou com acne.

Vitamina E

A vitamina E nos permitirá conservar melhor este creme, já que atua como um conservante natural.
Suas propriedades para a pele são: antioxidante, rejuvenescedora e protetora contra os radicais livres.
Podemos comprar a vitamina E em lojas de produtos naturais e farmácias. Em alguns casos é comercializada em cápsulas, que também servem para esta receita.

Quantidades

  • 50 ml de óleo de amêndoas.
  • 50 ml de gel de aloe vera.
  • 10 gotas de óleo essencial de laranja.
  • 10 gotas de óleo essencial de alecrim.
  • 20 gotas de vitamina E.

Modo de preparo

  1. Misture bem o óleo de amêndoas com o gel de aloe vera. Caso você tenha usado aloe vera natural, talvez tenha que usar uma batedeira para diluir bem o gel.
  2. Depois, adicione os óleos essenciais e misture todos os ingredientes.
  3. Conserve o creme em um frasco de vidro escuro durante quinze dias, no máximo, na geladeira.

Image result for CREME HIDRATANTE CASEIRO CONSEVE EM VIDRO ESCURO








CONFIRA AQUI 6 DICAS PARA AUMENTAR A DEFESA IMUNOLÓGICA E FICAR BLINDADO CONTRA AS DOENÇAS

Algumas pessoas adoecem com certa frequência. Quando o clima muda bruscamente, em situações de estresse, viagens, etc. Qualquer mudança lhes causa uma queda das defesas e faz com que os problemas de saúde se apresentem, e em alguns casos esses problemas costumam ser quase sempre os mesmos e vão se repetindo.
É muito importante aprender como aumentar as defesas de nosso organismo, assim, conseguimos manter uma boa saúde e evitar as doenças que se repetem frequentemente e não são corretamente tratadas, tornando-se crônicas com o tempo. Descubra, nesse artigo, como melhorar seu sistema imunológico de uma maneira mais natural

Água em jejum para o organismo

A água é um remédio simples e econômico, e só precisamos de força de vontade para nos beneficiar de todas as suas propriedades. Ela limpa e hidrata nosso organismo, no entanto, facilmente a dispensamos e nos esquecemos de que não custa nada tomar vários copos de água por dia.
E o momento mais benéfico para tomá-la é em jejum, pela manhã, depois do jejum noturno, para limpar bem os restos de toxinas do dia anterior e por nossos órgãos em funcionamento. Prove-o e em poucos dias sentirá a diferença.

Azeite de oliva e limão

Um antigo remédio para cuidar do fígado e da vesícula, dois órgãos fundamentais para nossa saúde. É tão simples quanto tomar em jejum (depois dos dois copos de água) uma colher de sopa de azeite de oliva extra virgem e uma colher de sopa de suco de limão. Essa combinação estimula nosso fígado e se tomar diariamente nos ajuda a eliminar possíveis cálculos na vesícula.

Vinagre de maçã e bicarbonato de sódio

Essa opção será comentada de maneira mais extensa nesse artigo, já que devemos lembrá-la por seus múltiplos benefícios, por ser depurativa e reguladora da saúde. Para nos beneficiarmos dessa combinação basta tomar um copo com uma colher de sopa de vinagre de maçã puro e uma pitada de bicarbonato de sódio uma hora antes de cada refeição.

Enxágues de óleo

Os enxágues de óleo são um excelente remédio, geralmente úteis para todo tipo de problemas bucais (cáries, gengivite, aftas, mau hálito, etc.) mas que ao mesmo tempo atua sobre todo o nosso sistema digestivo, já que é capaz de extrair as toxinas através da mucosa bucal.

O alho cru

Esse alimento medicinal é consumido desde a antiguidade, e não pode faltar em nossa alimentação se quisermos ter uma excelente saúde cardiovascular. O problema do alho é sempre o hálito que deixa ou o fato de que em alguns casos não é bem digerido.Caso isso te ocorra, recomendamos o consumo do alho em cápsulas ou em comprimidos. Em contrapartida, para aqueles que não têm nenhum problema recomendamos realizar a famosa cura tibetana do alho, uma terapia muito simples e efetiva, preparada em casa e que só pode ser feita a cada cinco anos, de acordo com o que foi indicado por monges tibetanos que repassaram o segredo.

O sabor amargo antes de nos deitarmos

Deveríamos nos lembrar de nosso fígado todos os dias, já que é um órgão que sofre muito devido à má alimentação, aos maus hábitos e às emoções negativas e reprimidas. Por isso, recomendamos que não se coma muito na hora do jantar e que algum alimento ou infusão amarga sejam incluídos nessa refeição para melhorar a função hepática.
Podemos optar pela alcachofra, a escarolas ou a toranja, ou pelas infusões de boldo, dente-de-leão, alcachofra ou cardo mariano. Essa dica simples nos ajudará a descansar melhor a noite, recuperar as energias e ajudar a regenerar o fígado.

terça-feira, 11 de abril de 2017

O Sono limpa o cérebro eliminando toxinas

O sistema glinfático funciona dez vezes mais durante o sono, que é a hora da limpeza cerebral.
Durante o sono, o cérebro faz uma espécie de faxina das toxinas deixadas para trás após um dia de trabalho pesado, quando se pensa bastante.
Essa limpeza poderia ser uma das razões para o sono, segundo os pesquisadores - até hoje não existe uma boa teoria que explique, fisiologicamente, por que precisamos dormir.
Durante o processo de "limpeza cerebral", as células do cérebro, provavelmente as neuróglias, encolhem, abrindo espaço entre os neurônios, permitindo que um fluido "lave" o cérebro.
"O cérebro tem energia limitada e precisa escolher entre dois estados funcionais - ou está acordado e atento, ou dormindo e fazendo a faxina", disse Maiken Nedergaard, da Universidade de Rochester (EUA). "É como uma festa em casa. Ou você recebe os convidados, ou limpa a casa. Não dá para fazer os dois ao mesmo tempo."
Faxina do cérebro
Nedergaard descobriu a faxina a partir de um trabalho anterior, divulgado no ano passado, de que existe uma rede de dutos que retira a "sujeira" do cérebro, batizada pelos cientistas de sistema glinfático.
Descoberto sistema de limpeza do cérebro
Para a professora Nedergaard, esta é uma "função vital para se manter vivo", mas aparentemente só ocorre durante o sono.

   Sono placebo funciona
 Se você acha que dormiu bem, seu dia será melhor, mesmo que na média seu sono tenha sido igual a qualquer outro dia. 
Em um estudo recente, cientistas descobriram que se você acredita que dormiu bem, você tem um dia melhor. No estudo, pesquisadores fingiram registrar a atividade cerebral das pessoas durante o sono mas e disseram a algumas delas - aleatoriamente - que elas tinham dormido bem. As pessoas que receberam essa informação foram melhor em um teste cognitivo no dia seguinte.
Durma mal, coma pior
Dormir mal aumenta suas chances de querer comer o que não deve. Esse estudo de 2013 identificou que, depois de uma noite de sono complicada, há mais atividade cerebral nas áreas geralmente associadas com recompensas e comportamento impulsivo, o que afeta o auto controle das pessoas e as faz comer mais besteiras e junk food.
 Durante o sono, memórias emocionais são catalogadas e fixadas
É importante dormir bem porque é durante o sono que nossas memórias, inclusive as emocionais, são catalogadas e fixadas ou, então, jogadas fora, se o cérebro julgar que você não precisa delas, 
Dormir ajuda a limpar o cérebro de neurotoxinas ligadas a Alzheimer
Uma pesquisa recente trouxe a ciência mais perto de descobrir exatamente porque a gente dorme: no sono, o cérebro se enche de fluído neuro espinal, que ajuda a limpar toxinas que se acumulam durante o dia e que estão associadas ao surgimento de Alzheimer. Isso pode explicar, inclusive, porque a gente fica meio grogue quando não dorme: é como se nosso cérebro ficasse 'intoxicado'.
 Soneca de seis minutos já te deixa descansado
Até uma sonequinha de seis minutos já pode melhorar sua capacidade cognitiva. Esse estudo comprovou que, diante do cansaço, sonecas de 6 minutos foram o suficiente pra deixar as pessoas mais alerta.
O cérebro de quem dorme tarde é diferente
Você gosta de ir dormir cedo ou fica acordado até tarde? Por que, dependendo da situação, seu cérebro pode ter a fisiologia diferente. Uma pesquisa mostrou que quem gosta de ir dormir tarde e de acordar tarde tem menos integridade de matéria branca em várias áreas do cérebro. E baixa integridade nessas áreas está relacionada à depressão e instabilidade cognitiva, em alguns casos - cientistas desconfiam que é porque quem gosta de ir dormir tarde acaba obrigado a acordar cedo porque é assim que a sociedade funciona, e por estarem com o cérebro sempre cansado, podem apresentar instabilidades cognitivas.